Vacina contra covid-19 da Oxford tem resultados positivos confirmados

O objetivo era avaliar se o produto é seguro o suficiente para aplicar em mais pessoas e o tipo de resposta imune que a vacina pode produzir




A revista científica The Lancet publicou hoje (20) os resultados positivos, já vazados na semana passada, dos testes de fase 1 da vacina desenvolvida pela universidade de Oxford, no Reino Unido, em parceria com a AstraZeneca com 1.077 voluntários saudáveis.



O objetivo era avaliar se o produto é seguro o suficiente para aplicar em mais pessoas e o tipo de resposta imune que a vacina pode produzir. A resposta foi positiva, com a criação de dois tipos de resposta imune e baixos efeitos colaterais. Os testes estão agora em fase 3 e vão até junho de 2021, incluindo Brasil, Reino Unido e África do Sul. Segundo informações da agência Dow Jones, é aguardado um estudo nos EUA com 30 mil pessoas em agosto. Mais de 300 milhões de doses da vacina já foram produzidas.

A vacina que vem sendo desenvolvida pela Oxford é uma das três opções que já estão na terceira fase de testagem, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde). Atualmente, há 160 vacinas contra covid-19 sendo testadas em todo o mundo.

Os resultados satisfatórios observados na fase 1 precisam ser confirmados nas duas fases seguintes para comprovar a eficácia da vacina.

Receba nossas atualizações

  • Instagram - White Circle
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019