3321-04-CALEBE-CAMBORIU-NOTICIAS-900x150.jpg

Sindicato quer suspensão das aulas presenciais em Balneário Camboriú

Na última semana, o Sindicato dos Servidores Municipais de Balneário Camboriú, SISEMBC, protocolou Oficio ao Prefeito e a Secretária de Educação, demonstrando preocupação no retorno às aulas e solicitou a suspensão das aulas presenciais e o retorno desta modalidade somente após a vacinação de todos os servidores que atuam dentro da rede de educação do Município.

Além de solicitar uma audiência com o prefeito municipal, com urgência, em razão da preocupação sobre a disseminação das novas variantes do coronavírus.


Confira a solicitação do SISEMBC explanada no referido ofício:


"Em atenção à decisão de retornar às aulas neste Município, esta entidade sindical não pode deixar de manifestar sua preocupação, ante a escassez de vacinas para a imunização da população em geral, e pelo elevado risco que esta decisão impõe para toda a nossa comunidade escolar.

O SISEMBC manifesta expressamente, considerando o elevado índice de transmissão na região, e inclusive a disseminação das novas variantes do novo coronavírus – como amplamente relatadas – mais contagiosas, a solicitação de que as aulas sejam suspensas e permaneçam na modalidade virtual, como tem sido realizado desde o início da pandemia, até que se garanta ampla vacinação à população.


>Vídeo: paciente de Covid-19 é levado em carroceria por falta de ambulância em SC


Ressalte-se, ainda, que em diversos países já ocorreu o banimento das mascarás de tecido caseiras, em razão da ausência de proteção dessas máscaras perante as novas variantes do novo coronavírus. Nesses casos, estão sendo permitidas somente o uso das máscaras cirúrgicas N95 (PFF2), dado a gravidade da disseminação dessas novas variantes.


No ambiente escolar a situação se agrava ainda mais, pois é sabido que muitas crianças são assintomáticas em relação ao novo coronavírus, o que pode representar um elevado risco aos trabalhadores da educação e os familiares dos alunos. Evidencia-se também a impossibilidade de se promover o distanciamento social entre os professores e educandos, principalmente na educação infantil, pelas próprias características do processo de ensino-aprendizagem.

O Sindicato também elege como GRUPO PRIORITÁRIO PARA O RECEBIMENTO DA VACINAÇÃO TODO O CORPO DE SERVIDORES QUE ATUAM DENTRO DA REDE ESCOLAR PÚBLICA, como medida preventiva para precaver a transmissão do coronavírus.


>Criança de apenas 1 e seis meses morre após caminhão colidir contra muro em Camboriú


Pelo exposto, esta entidade sindical vem requerer a realização de uma audiência com urgência com vossa senhoria, para que se procedam os entendimentos necessários.

Assim, certos de obter o pronto apoio e adotar todas as medidas aqui requeridas para esta justa e legítima reivindicação, aproveitamos a oportunidade para renovar votos de elevada estima e consideração".


Assinam:


VALDIR LOLLI

Presidente do SISEMBC

ANTONIO MOACIR AMDRADE

Diretor do SISEMBC


Via: Fala Litoral

whatscamboriu.png
3319 - 10 - WEB BANNER - CALEBE - 960x960.jpg