38475dcc-0491-4df4-a17d-f1025bc0e4b7.jpg

Santa Catarina anuncia toque de recolher em todas as cidades




Santa Catarina anunciou toque de recolher durante a madrugada em todas as cidades do Estado. A decisão foi tomada no final da tarde desta quarta-feira (2), em reunião entre o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) e representantes da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), e no mesmo dia em que 15 das 16 regiões foram classificadas com risco gravíssimo para coronavírus (em vermelho no mapa).


As medidas valerão para todo o estado por um período de 15 dias a partir edição do decreto, que deverá ser publicado em até 48 horas e têm o objetivo de frear o avanço da doença ao mesmo tempo em que mantêm as atividades econômicas do Estado.


Durante o encontro, também ficou definido que os ônibus continuam a circular normalmente, desde que respeitada a ocupação máxima de 70% da capacidade dos veículos. Também será tornado obrigatório o uso da máscara em todos os ambientes, com exceção dos espaços domiciliares. Medidas semelhantes foram adotadas nos estados do Paraná e Rio Grande do Sul.



Em relação ao comércio, os prefeitos e o governo do Estado discutiram a possibilidade de ampliação dos horários de atendimento no fim de ano, para evitar aglomerações em horários comerciais. Dessa forma, durante a noite, os estabelecimentos poderão ficar abertos até 23h, com a possibilidade de atender os clientes que já se encontrarem no recinto até a meia-noite.


Risco gravíssimo em 15 regiões



Subiu para 15 o número de regiões em risco gravíssimo para coronavírus (em vermelho no mapa), o pior nível que a doença pode chegar no Estado. Apenas o Extremo-Oeste segue em nível grave (em laranja), segundo atualização divulgada no final da tarde desta quarta-feira.



Em relação a semana anterior, duas regiões apresentaram piora na situação do coronavírus: Alto Uruguai e Foz do Rio Itajaí.


Por Clarissa Battistella

Receba nossas atualizações

  • Instagram - White Circle
  • Ícone do Facebook Branco

© 2014