Procon pede suspensão do aumento do pedágio em Santa Catarina



O Procon de Santa Catarina enviou um relatório para a Procuradoria Geral pedindo a reabertura do inquérito sobre aumento da tarifa do pedágio da BR-101. Esse documento que detalha os valores que aumentaram sem justificativa, foi entregue na quarta-feira (3). O pedágio era R$ 2,70 e passou para R$ 3,90.

A suspenção do aumento foi solicitada. Um dos principais pontos é que a mudança no valor ocorreu no período da pandemia, o que preocupa o Procon/SC por conta das questões financeiras, que assolam milhares de famílias nesse momento. Já outro questionamento envolve a obra do Contorno Viário da Grande Florianópolis, que não havia sido entregue no prazo, que era em 2012. Porém, apesar da notificação do órgão, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), aprovou o reajuste, argumentando que seria necessário para a captação de recursos para a execução das obras. “Nós queremos apurar a responsabilidade da Autopista Litoral Sul nesta questão que é tratada com tanto descaso. Uma obra que facilitaria a vida do cidadão com mais de 9 anos de atraso é algo lastimável”, reforça Tiago Silva, diretor do Procon/SC Até esta quarta-feira, a obra ainda não foi entregue, por esse motivo o pedido de reabertura do inquérito.

Por Visor Notícias

whatscamboriu.png