• Camboriú Noticias

Primavera em SC - tempestades - ventos fortes - calor e menos chuvas

Estação que teve início na manhã desta terça-feira (22) coincide com o período de efeitos do "La Niña", e pode trazer períodos de dias consecutivos sem chuvas



Com previsão de dias mais quentes e desequilíbrios climáticos causados pelo fenômeno “La Niña”, a primavera inicia oficialmente às 10h31, no horário de Brasília, desta terça-feira (22).


A estação, considerada uma das mais bonitas do ano pela riqueza de cores e frutas visíveis nas paisagens em jardins e praças públicas, dura até o dia 21 de dezembro. O período costuma elevar os volumes de precipitação em Santa Catarina.



No entanto, embora desempenhe um papel climático fundamental na função de ‘quebrar’ a falta de chuvas que o inverno costuma causar, este ano a estação coincide com a formação do "La Niña". O fenômeno tem justamente o efeito contrário na região Sul do Brasil: diminuir a incidência de chuvas.



De acordo com a meteorologista da Epagri/Ciram, Gilsânia Cruz, a previsão para o período da primavera é de chuvas abaixo da média climatológica, com irregularidades causadas pelo fenômeno e chances de dias consecutivos sem chuvas em Santa Catarina.


Segundo a especialista, ainda não é possível afirmar que o Estado irá sofrer novamente com períodos graves de seca, visto que naturalmente a estação tem níveis altos de chuva, mesmo que abaixo da média.


Porém, o alerta é para os riscos de fortes tempestades que podem ocorrer quando houver precipitações.



A primavera costuma apresentar uma maior incidência de temporais, granizo e ventania todo ano. Em 2020, o desequilíbrio causado por dias sem chuvas em decorrência do “La Niña”, pode resultar em chuvas acumuladas em curtos espaços de tempo e com maior intensidade.


Ainda conforme a meteorologista Gilsânia Cruz, a indicação é que se acompanhe os boletins e alertas constantemente, pois ainda não é possível prever quando as tempestades ou períodos sem chuva irão ocorrer, apenas que as condições estão formadas.


Além disso, a previsão feita pelo órgão cita ainda a presença de ciclones extratropicais que se deslocam pelo litoral Sul do Brasil, trazendo perigo para a navegação e pesca em embarcações de pequeno e médio porte, devido aos ventos fortes e ao mar agitado, muitas vezes resultando em ressaca.



Dias mais quentes


Se por um lado, o volume de chuvas será abaixo da média esperada, a previsão para as temperaturas é de calor acima da média climatológica no próximo trimestre.

No decorrer da primavera, o frio deve diminuir gradativamente e a partir de outubro já se esperam períodos mais aquecidos.


Confira a previsão para os próximos meses


De acordo com Gilsânia Cruz, em setembro as temperaturas devem ter mínimas de 7°C a 10°C do Oeste ao Planalto e Litoral Sul. Nas demais regiões, as temperaturas mais baixas ficam entre 12°C a 15°C.


Já as máximas serão entre 20°C e 25°C na maioria das regiões catarinenses. No Planalto Sul, portanto, pode ficar um pouco mais baixa,  em torno dos 18,5°C.


Outubro


De todos os meses da primavera 2020, outubro é que trará mais chuva para o Sul do Brasil. Mesmo com a redução na média de chuvas por conta do “La Niña”, a expectativa é que ainda ocorram volumes significativos nesse mês.


As temperaturas mínimas devem ficar entre 9°C e 13°C do Oeste ao Planalto e parte do Litoral Sul. Nas demais regiões, ficam acima de 14°C.



As máximas são de 2°C a 28°C na maioria das regiões, e abaixo de 20°C em uma pequena área do Planalto Sul.


Novembro


A partir do mês de novembro, a expectativa é de que a incidência de chuva passe a reduzir significativamente no Sul do Brasil.


As temperaturas mínimas podem ficar entre 10°C e 14°C no Meio-Oeste e áreas do Planalto Sul. Nas demais regiões, as temperaturas mais baixas ficam entre 15°C e 18°C.


Já as máximas devem ficar acima dos 25°C em todas as regiões de Santa Catarina.


Dezembro


Na transição de primavera para verão, a previsão indica um período muito seco no Sul do Brasil. As chuvas passam a ocorrer com menos frequência, e a expectativa é de um verão parecido com o de 2019, com riscos de estiagem.


Por LORENZO DORNELLES



Receba nossas atualizações

  • Instagram - White Circle
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019