• Camboriú Noticias

Policial da reserva é atingido por cinco tiros em Camboriú




Um sargento da reserva da Polícia Militar foi baleado na noite desta segunda-feira (7) em uma farmácia do Bairro Monte Alegre, em Camboriú. Orlando Moreira, 59 anos, foi atingido por cinco tiros e levado ao hospital Ruth Cardoso em estado grave. Passou por cirurgia, em que foi retirada uma parte do intestino, e está internado na UTI. Deve ser transferido ainda nesta terça para Florianópolis.

Segundo o comandante do 12º Batalhão, tenente-coronel Alexandre Coelho, a operação foi considerada muito bem sucedida e o estado de saúde do policial é estável.

Os disparos foram feitos por um homem que estava de carona em uma moto. Imagens de câmeras de monitoramento mostram que o sargento estava no lado de fora da farmácia quando foi atingido, e correu para dentro. A polícia ainda não informou se o atirador foi identificado.


Os tiros atingiram o sargento no joelho direito, na mandíbula, na mão, no dorso e no abdômen. Ninguém mais se feriu no atentado.


Investigação


A apuração está a cargo da Polícia Civil, em cooperação entre o setor de investigações de Camboriú e a Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Balneário Camboriú. O delegado Vicente Soares, responsável pelo caso, diz que nenhuma hipótese está descartada. Inclusive a de vingança de facções criminosas por mortes provocadas pela PM.


Segundo o delegado, não há nada que indique o início de uma nova onda de atentados contra as forças de segurança no Estado.


- Pode ter sido uma tentativa de roubo também. Ainda estamos no início das investigações, e é precipitado concluir alguma coisa - afirmou.


A polícia está analisando as imagens das câmeras de monitoramento que flagraram o crime. O próximo passo será ouvir testemunhas.


Por Dagmara Spautz

Receba nossas atualizações

  • Instagram - White Circle
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019