3321-04-CALEBE-CAMBORIU-NOTICIAS-900x150.jpg

Polícia Civil irá investigar festa junina que teve a participação do governador Carlos Moisés



A festa junina que ocorreu no último sábado (6) em um hotel fazenda em Gaspar, no Vale do Itajaí, e teve a presença do governador Carlos Moisés (PSL), será alvo de investigação por parte do Ministério Público de Santa Catarina e da Polícia Civil. O objetivo é apurar se o evento descumpriu o decreto estadual que estabelece medidas de combate ao coronavírus e proíbe eventos, shows e espetáculos em SC.



O procedimento do MP foi aberto pela 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Gaspar, com base nos vídeos divulgados nas redes sociais que mostram o evento com a presença do governador.


Na parte policial, a promotora Greicia Malheiros da Rosa Souza solicitou que a Polícia Civil abra inquérito para investigar se houve o crime de "Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa".


Entenda


Em um vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver o governador sem usar máscara e conversando com outras três pessoas a uma curta distância, contrariando as recomendações de distanciamento social feitas por especialistas. Em nota divulgada na tarde deste domingo, o governo do Estado afirmou que o governador esteve hospedado no hotel neste fim de semana e que ele apenas “conversou brevemente” com algumas pessoas.


Em outros vídeos nas redes sociais é possíver ver uma estrutura montada pelo estabelecimento Fazzenda Park Hotel e até uma apresentação musical do cantor sertanejo Rick, da dupla Rick e Renner. O decreto em vigor que determina restrições por causa da covid-19 proíbe até 5 de julho eventos, shows e espetáculos que acarretem reunião de público.



O hotel nega que estivesse realizando um evento, diz que as atividades ocorreram no jantar e que as mesas foram instaladas ao ar livre, com distanciamento. O cantor Rick estaria hospedado no hotel com a esposa e teria sido chamado para cantar seis músicas a pedido dos hóspedes, segundo o estabelecimento.


Por Lucas Paraizo

whatscamboriu.png
3319 - 10 - WEB BANNER - CALEBE - 960x960.jpg