Ondas causadas pela Tempestade Potira assustam em Balneário Camboriú

A tempestade subtropical Potira, que elevou a ondulação no mar e trouxe restrições à navegaçã no Litoral de Santa Catarina.

Tempestade Potira em Balneário Camboriú / Foto: Luiz Carlos Souza

Na praia central de Balneário Camboriú, as ondas altas chamaram atenção ao amanhecer, com ondas mais altas do que o normal, especialmente na região do Pontal Norte - a área prefetida dos surfistas.

Segundo informações, as ondas chegam a 3,5 metros em praias de mar aberto - reflexo dos fortes ventos que vêm da tempestade, com mais de 80 km/h.


>>Pastor marido de Mariane mandou matar esposa para ficar com amante


No fim da manhã, a Marinha decidiu manter os portos de Itajaí e Navegantes fechados para manobras. As ondas tornaram arriscado sair ou entrar com os navios cargueiros pela barra.


Egidio Martorano, secretário-executivo da Câmara para Assuntos de Transporte e Logística da Fiesc, diz que a situação preocupa, já que a interrupção das atracações em alguns dos principais portos do país impacta a cadeia logística.


>>VÍDEO: Bebê girafa é a mais nova moradora do zoo do Beto Carrero World


- Nossa indústria tanto exportadora quanto aquelas que dependem do suprimento de peças e componentes terão dificuldades, com os atrasos que poderão ocorrer. Cabe ressaltar que o evento do Canal de Suez já afetou significativamente a escala dos navios.


>>Menino de três anos morre afogado em lagoa em Gaspar


Ele ressalta, no entanto, que os fechamentos são importantes para aumentar a segurança.


- É preocupante mas necessário, para evitar problemas ainda maiores. Temos que louvar a Defesa Civil pelo prognóstico antecipado, que evita danos enormes.



whatscamboriu.png