Médico encontrado morto em piscina em Balneário Camboriú teve mal súbito





A polícia Civil de Balneário Camboriú iniciou a investigação sobre a causa da morte do médico Pedro Lamim Mello, que tinha se formado há 10 dias em Medicina na UFSC.


Pedro foi encontrado sem vida, no final da tarde de quinta-feira, na piscina do condomínio onde morava, na avenida Central, em Balneário Camboriú.


Segundo o delegado Ícaro Malveiras, um policial Civil foi até o prédio. Vídeos das câmeras de monitoramento mostram o momento em que Pedro teve uma espécie de mal súbito e se afoga. “A princípio a morte foi morte natural, todavia encaminharei o BO para a delegacia da comarca para apuração”, informou o delegado.



Amigos contaram que nos intervalos dos plantões médicos, Pedro nadava. “Após 47 segundos de nado em apneia, acometido de um mal súbito, afogou-se praticamente sem esboçar reação”, escreveu um amigo nas redes sociais.


Pedro se formou em Medicina no último dia 16 de novembro. Ele era solteiro e não tinha filhos. Os pais de Pedro moram em Itajaí e ele vivia em Balneário.

whatscamboriu.png