38475dcc-0491-4df4-a17d-f1025bc0e4b7.jpg

Mãe espanca filho de 5 anos e é presa em Camboriú




A guarnição foi acionada pela Central de Emergências para atendimento de ocorrência de Maus-tratos na rua Silveira.


Ao chegar no local, conversou com a solicitante, Y. Y. G. N, que relatou que foi contratada há duas semanas por uma mulher, para cuidar de duas crianças pelo valor de R$ 500,00. Uma criança de cinco anos, e outra de seis meses.


Segundo a mulher, o menino de cinco anos chegava todos os dias com lesões no rosto e no corpo, e falava que sua mãe batia com cabo de vassoura e com socos. Mais nesse último dia havia muitas lesões, e a criança reclamou de muita dor, e decidiu acionar a polícia militar.



Falando com a criança, foi constatado que P, R, P, de cinco anos, estava com lesões pelo corpo todo, e ainda ele informou que havia apanhado de sua mãe hoje.


O conselho tutelar foi acionado e compareceu o sr. DIEGO RAPHAEL ROCHA PEREIRA.


Tendo em vista não haver os dados da criança, vítima de Lesão tampouco da autora, a guarnição foi até a residência indicada pela vítima, na rua Bom Retiro, em Balneário Camboriú, acompanhada do Sr. DIEGO do conselho tutelar.



A casa estava aberta, e uma pasta com os documentos dos envolvidos foi encontrada, sendo possível identificar o endereço comercial de G. F. R.


A guarnição foi até o Hospital Ruth Cardoso, para que fosse realizado exame clínico na criança que estava com bastante hematomas, e queixando-se de dor no corpo todo.


A GU 3176 de Balneário Camboriú, foi ao local de trabalho da mulher, e logrou êxito em encontrá-la, e a conduziu para o Hospital Ruth Cardoso, para aguardar enquanto seu filho P. R. P. fosse atendido.



A conselheira CAMILE AMORIM, também prestou apoio na ocorrência, tendo em vista os envolvidos residirem em Balneário Camboriú.


No hospital após exames de raio X na cabeça da criança, foi constatado lesões internas que aguardavam avaliação de especialista.


H. R. D. S, a criança de 6 meses, também passou por avaliação médica mas estava sem lesões.


Após atendimento de P. no hospital, a guarnição deu voz de prisão para G. F. R, pelo crime de Lesão corporal grave ou gravíssima, Dolosa e Maus-tratos, e conduziu todos os envolvidos para a delegacia de polícia civil de Balneário Camboriú, para demais procedimentos.



Receba nossas atualizações

  • Instagram - White Circle
  • Ícone do Facebook Branco

© 2014