levar vírus para casa é a maior preocupação de enfermeiros catarinenses



A maior preocupação dos enfermeiros catarinenses que atuam em postos de saúde e unidades hospitalares é contrair o novo coronavírus no ambiente de trabalho e transmitir aos familiares.


A declaração é da presidente do Conselho Regional de Enfermagem de SC (Coren-SC), Helga Bresciani, em entrevista hoje (30) ao Estúdio CBN Diário.


Os enfermeiros de Santa Catarina têm medo de levar pra casa o vírus - disse a presidente.

Segundo Helga, a orientação aos gerentes de enfermagem é seguir o plano de contingenciamento e fluxos e garantir os equipamentos de proteção individual (EPI).



Ela salientou quanto à necessidade da indústria catarinense fabricar máscaras, luvas e jaquetas de proteção para não dependermos dos outros para garantir EPI no caso de aumento de demandam.


Uma reivindicação do conselho é uma mudança no protocolo de utilização dos EPIs. O Ministério da Saúde preconiza o uso da proteção para quem está no atendimento de casos suspeitos e/ou positivos. O Coren defende o uso para todos os profissionais em saúde.


Por Renato Igor

Receba nossas atualizações

  • Instagram - White Circle
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019