Jovem que teve o carro incendiado em Balneário Camboriú é ameaçado pela ex-companheira



Matheus Heling, de 25 anos, teve seu carro incendiado na segunda-feira (17), em Balneário Camboriú. A suspeita de ter ateado o fogo, é a ex-companheira dele, Eduarda Gabriela Silva dos Santos, de 20 anos. O crime ocorreu na rua 3.600, no Centro. O jovem afirma, que mesmo após ter o carro arruinado, Eduarda ainda o ameça.



Segundo o jovem, o namoro durou dois anos. Vinte dias após o término, teve seu carro danificado. Ele explica que o relacionamento foi conturbado.


A reportagem entrou em contato com  Eduarda. Ela disse que incendiou o carro, porque Heling saiu da casa em que moram juntos, e levou uma quantia em dinheiro. Ela não respondeu mais perguntas sobre o caso.


Segundo a Polícia Civil, a jovem poderá responder pelos crimes de: dano às vítimas, pena de um a seis meses de prisão, ou multa; e incêndio criminoso, reclusão de três a seis anos, e multa.


Entenda o caso



A mulher que incendiou o carro do ex-companheiro na segunda-feira (17), foi identificada no mesmo dia pela Polícia Civil de Balneário Camboriú, mas até hoje está foragida.


Segundo informações da Polícia Militar (PM), Eduarda usou um galão de gasolina para incendiar o veículo, um Golf. O combustível foi despejado embaixo e nas laterais do carro. Em seguida, ela joga fogo e quase se queima com as chamas enquanto foge.


O Corpo de Bombeiros esteve no local para controlar o incêndio. Ninguém se feriu.


Por ISABELA CORRÊA

whatscamboriu.png