Homem com Covid-19 vai a restaurante na Praia Brava; caso foi denunciado ao MP



A Secretaria de Saúde de Balneário Camboriú acionou a Polícia Militar no sábado (13), após receber denúncias de que um paciente, diagnosticado com Covid-19, publicou fotos e vídeos no Instagram participando de um almoço em um restaurante à beira-mar na Praia Brava, em Itajaí.



Pessoas que tiveram diagnóstico positivo para o novo coronavírus, mas não necessitam de internação, são orientadas a permanecer em casa, em isolamento social, para evitar a transmissão a outras pessoas. Ao descumprir a orientação, o paciente pode transmitir a doença.


Segundo a secretária de Saúde, Andressa Haddad, a primeira providência foi tentar localizar o paciente por telefone. Ele não atendeu. Como a denúncia era de que estava em Itajaí, foi acionada a Vigilância Sanitária da cidade vizinha, para que acompanhasse a abordagem.

Quando as equipes chegaram ao restaurante, o homem não estava mais no local. Ele foi procurado em casa, e também não foi encontrado. A Polícia Militar e a Guarda Municipal ficaram com fotos do paciente e o laudo do exame, para que possam identificá-lo.


O caso também foi informado ao Ministério Público pela Vigilância Sanitária, para que preste apoio às medidas para obrigar o paciente a cumprir o isolamento.


Mais tarde, o paciente foi localizado por telefone e negou que estivesse no restaurante. Ele apagou as imagens de ser perfil nas redes sociais.


- Explicamos que Balneário Camboriú já tem mais de 660 casos, 14 pessoas em UTI, e perguntamos por quantos casos a mais ele seria responsável. É algo muito grave – diz a secretária de Saúde.



A região de Balneário Camboriú e Itajaí está entre as mais críticas do Estado, em crescimento no número de casos e na capacidade do sistema de saúde de absorver as internações. O prefeito Fabrício Oliveira fará uma reunião de emergência no fim da tarde, em que pode estabelecer novas medidas de enfrentamento.


Por Dagmara Spautz

whatscamboriu.png