• Camboriú Noticias

Fim de semana tem festas fechadas e estabelecimentos interditados em Balneário Camboriú



Desde o início da pandemia, as ações de fiscalização seguem intensas em Balneário Camboriú. Porém, devido ao aumento dos casos de Covid-19 nas últimas semanas - que culminou com as novas medidas de restrição -, o cerco está cada vez maior para quem insiste em descumprir as regras de segurança. O objetivo principal é inibir a aglomerações de pessoas e fazer valer as restrições de funcionamento dos estabelecimentos.



Durante todo o fim de semana, a ação conjunta entre Fiscais de Postura, Vigilância Sanitária, Guarda Municipal, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros precisou interditar estabelecimentos comerciais e encerrar festas.


Na sexta-feira (26), após denúncia da comunidade, um estabelecimento foi interditado pela Vigilância Sanitária. O local, localizado na Rua 3300, funcionava indevidamente após as 23h.

Seguindo o decreto municipal (9.959, de 21 de junho), que restringe o horário de funcionamento dos estabelecimentos na cidade, os espaços comerciais não podem abrir entre 23h e 06h - exceto serviços considerados essenciais. A medida visa reduzir a aglomeração de pessoas, fazendo valer o distanciamento social.


Quatro festas encerradas

No sábado, dia 27, quatro festas foram encerradas pelas equipes de fiscalização. A primeira ocorria em uma cobertura na Rua 3150, com cerca de 30 convidados. A denúncia chegou por meio de vizinhos. Importante ressaltar que o evento estava sendo promovido por pessoas de outros municípios, inclusive de fora do Estado, que havia locado o imóvel.


Os vizinhos representaram contra o locador por alugar o apartamento para inquilinos que descumprem as orientações para evitar o contágio pelo Coronavírus.


Outra festa foi encerrada pela fiscalização no Estaleirinho. Nesta ocorrência, também denunciada por moradores, havia dezenas de pessoas em uma residência alugada - a maioria dos convidados era de fora, dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Foi feito termo circunstanciado e não poderá ser promovido mais eventos neste local. Além disso, o proprietário foi penalizado e terá que pagar multa.


Festa com mais de 150 pessoas

Apesar das luzes apagadas, na tentativa de camuflar o evento, outra festa, dessa vez na Praia do Estaleiro foi encerrada pelas equipes de fiscalização. A balada com mais de 150 pessoas acontecia em uma casa na Rua Antônio Torquato. O fato foi constatado e a fiscalização surpreendeu os convidados, encerrando a balada imediatamente. Algumas pessoas fugiram para o matagal no momento da abordagem.


O proprietário da residência será penalizado com multa, por permitir este tipo de evento, descumprindo as normas de segurança para evitar o contágio do coronavírus.


Bailão na Rua Corupá

Já na madrugada de domingo (28), a fiscalização recebeu denúncia de que estaria ocorrendo um bailão na Rua Corupá, no Bairro dos Municípios.

No local, as equipes constataram que o estabelecimento não estava respeitando o decreto municipal, que proibe a abertura de espaços comerciais, exceto os considerados essenciais, das 23h às 06h. O estabelecimento foi interditado por cinco dias e o responsável foi notificado.


Orientação pelas ruas e espaços comerciais

Além da restrição do horário de funcionamento, o decreto municipal prevê também o uso da praia exclusivamente para esportes individuais, corridas e caminhadas, com uso obrigatório de máscara.


Por isso, com apoio da Vigilância Sanitária, Guardas Municipais, Agentes de Trânsito, PM e fiscais de postura, os moradores que caminhavam pela faixa de areia, principais ruas e avenidas da cidade, recebiam orientação quanto ao uso da máscara.


A fiscalização continua por toda a cidade e as denúncias podem ser feitas pelos telefones: 153 (Guarda Municipal) e pelo whats (47) 9 92320187.

Receba nossas atualizações

  • Instagram - White Circle
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019