3321-04-CALEBE-CAMBORIU-NOTICIAS-900x150.jpg

ELEFANTE-MARINHO NA PRAIA BRAVA EM ITAJAÍ




A Guarda Municipal de Itajaí, por meio da Guarda de Proteção Ambiental (Gamf), identificou um espécime de elefante-marinho nas águas da Praia Brava Sul. O fato foi constatado no fim da tarde deste domingo, 12.



O mamífero nadava bem próximo à costa, quando foi encontrado, já no fim da tarde. Agentes da Gamf o identificaram e isolaram a área, de forma a proteger a integridade do animal e permitir que ele pudesse descansar.

O elefante-marinho, um macho de aproximadamente 2,50m e cerca de 300 quilos, permaneceu por um período na areia e retornou posteriormente ao mar. O professor Jules Souto, curador do Museu Oceanográfico da Univali, explica que a espécie costuma procurar a costa para descansar. "Eles comem muito peixe e buscam águas rasas para poder descansar. Nesses casos, é extremamente importante isolar o local e deixá-lo quieto na areia", explica Souto.

Segundo o biólogo marinho André Silva Barreto, coordenador-geral do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (região de SC e PR), não é tão comum encontrar elefantes-marinhos na região.

"É muito mais comum termos lobos-marinhos e leões-marinhos. Elefantes-marinhos são raros. Eles costumam ficar mais na região sul", explica.

Nós últimos quatros anos, esse é apenas o quarto espécime de elefante-marinho avistado na região entre Penha e Balneário Camboriú. Nesse período foram registradas aparições de 10 lobos- marinhos.

"O que a Guarda Ambiental fez foi a melhor coisa: isolar, dar tranquilidade e esperar para ver como o animal vai reagir", acrescentou o especialista, que também é professor da Univali.


Fotos: Rubens Preuss*

whatscamboriu.png
3319 - 10 - WEB BANNER - CALEBE - 960x960.jpg