Banner - Vem K - 1040x250.jpg

Duplicação da rodovia Antônio Heil é inaugurada em Itajaí

Obra durou seis anos desde a aprovação e custou R$ 165 milhões ao Estado




O governador do Estado, Carlos Moisés, esteve presente na cerimônia na tarde desta segunda-feira (19), que marcou o fim da obra que durou seis anos desde a sua aprovação e custou R$ 165 milhões.


Projeto de infraestrutura


Moisés afirmou que esta é a primeira etapa concluída de uma série de outras melhorarias que são necessárias no local. Ele frisou que irá ouvir o apelo de moradores e comerciantes, para traçar novos planos de infraestrutura para a rodovia que liga Itajaí a Brusque.


A rodovia é um dos principais eixos logísticos de Santa Catarina, que agora conta com 20,9 quilômetros de pista dupla. Segundo o governador, a duplicação torna a região mais atrativa, como uma rota de negócios.


“Sempre que a gente traz segurança para essas regiões, onde a infraestrutura e logística têm um alto custo, a gente diminui o custo Brasil e Santa Catarina. Trazemos o desejo de investir no Estado”, afirma Moisés.



O governador completou ao dizer que a infraestrutura foi desde o início, o cargo chefe de seu mandato. “Desse setor, nós tiramos a segurança pública, educação, saúde para os catarinenses, turismo e tantas outras coisas mais que o poder público pode ser parceiro”, explicou.


Obras de duplicação


O secretário de Infraestrutura do Estado, Thiago Vieira, afirmou que a obra andou em passos lentos. O prazo iniciou era 2017, e depois passou para 2018, na gestão anterior. Isso foi prorrogado para os próximos anos, até que atual governo assumisse a conclusão da duplicação.


A empresa responsável pela obra apresentou problemas financeiros para dar continuidade aos trabalhos, em 2018. Por esse motivo, em 2019, uma outra empresa assumiu o comando. O plano de continuidade foi apresentado em  julho do ano passado, e os serviços foram retomados aos poucos.



“A obra está 100% concluída e inclusive, todas as dúvidas que haviam relacionadas a algumas questões de passagens elevadas, que foram objeto de decisão judicial, a Justiça entendeu que todos os serviços foram concluídos. Todos os serviços necessários para garantir a segurança da população, neste contrato, foram executados”, afirmou o secretário Vieira.


Reclamações da população


Cerca de 10 comerciantes e moradores da região foram à cerimônia para protestar, e pedir por mais segurança na rodovia. Logo que chegou, o governador Carlos Moisés conversou com eles, e em seu discurso, se comprometeu a ouvir e analisar as solicitações do público presente.


Por ISABELA CORRÊA

Foto: Mauricio Vieira/Secom






3193 14 - Calebe Moreno - 960x960.jpg
3254 05 - WEB BANNER - CALEBE - 960X960