Criança de dois anos morre afogada em piscina no interior de Camboriú




Na manhã deste sábado (14), uma guarnição foi empenhada via central para atender a ocorrência de afogamento, no hospital de Camboriú.


Que o chegar no hospital foi feito contato com J. S, pai da criança. Ele contou que nos finais de semana ele ficava com seu filho M. S. de dois anos.


J. S. informou que dormiu a noite passada com a criança, e hoje ao acordar sentiu a falta do menino, e viu a porta de sua casa aberta, então entrou em desespero e saiu a procura.


Quando em buscas na propriedade vizinha, encontrou o corpo do filho boiando na piscina, de imediato gritou por ajuda e levou para o hospital de Camboriú, onde já chegou sem vida.



Ele informou ainda que tinham o hábito de usar a piscina do vizinho que é de seu amigo, e acredita que M. S. tenha ido devido a tal motivo. O caso ocorreu no interior de Camboriú, na Rua germano Vequi, sem número.


Esteve no local, conselho tutela e policial civil, e por se tratar de menor de idade e não ter como precisar no momento se houve culpa do pai, foi lavrado o presente boletim COP, para posterior apuração, a parte foi orientada, sendo deixado o local logo após.



whatscamboriu.png