Catarinense conseguiu decisão favorável da Justiça para poder plantar maconha



Um morador de Florianópolis, de 56 anos, conseguiu decisão favorável da Justiça para poder plantar maconha. Ele tem doença de Parkinson, e recomendação de uso medicinal do óleo extraído da planta.



A autorização é inédita em Santa Catarina porque foi confirmada pela Justiça Federal e Estadual. Com isso, o catarinense não pode ser responsabilizado criminalmente pelo cultivo.


O processo foi acompanhado pela Santa Cannabis, ONG que nasceu em SC e busca facilitar o acesso a tratamentos com maconha medicinal. A entidade completou dois anos este mês.


Por Dagmara Spautz

whatscamboriu.png