CARNAVAL É OFICIALMENTE CANCELADO EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ


Os tradicionais desfiles de blocos, trios elétricos e escolas de samba durante o Carnaval foram oficialmente cancelados neste ano em Balneário Camboriú. . Os trios elétricos que arrastavam foliões durante anos não irão acontecer em 2021 devido à pandemia do novo coronavírus. Shows de palco — 80% organizado pela Liga — , blocos de rua e o desfile das alegorias também foram cancelados.


Segundo o presidente da Liga Carnavalesca, Evandro Rocca, as ações foram canceladas em respeito às vítimas da doença e não há chances de ocorrerem mesmo que os casos diminuam até o dia 11 de fevereiro, data em que começariam as festividades.


— Precisamos celebrar a vida com responsabilidade e por isso não vamos dar argumentos para criar aglomerações — disse Rocca.


Os preparativos iniciam sempre em março do ano anterior e por causa do coronavírus eles precisaram ter algumas alterações. Segundo o presidente, cerca de mil pessoas trabalham nos dias de folia e 9 mil fazem parte da Liga.


— Nós precisamos nos adaptar, muita gente depende da gente, por isso produzimos máscaras e desenvolvemos algumas atividades diferentes, como o curso de passista e samba no pé.

Os dois cursos foram resultados da Lei Aldir Blanc, que beneficiarão as pessoas que ajudam a tornar realidade o Carnaval de Rua de Balneário Camboriú. Além disso, o Rocca também afirmou que trios elétricos irão passar rapidamente por alguns pontos da cidade.

— Não podemos deixar a cultura morrer, por isso será uma passagem rápida para não causar aglomerações.


Carnaval de rua


O Carnaval de Balneário Camboriú foi reconhecido como o terceiro maior de Santa Catarina. Ele reúne blocos de outras regiões do Brasil, como São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul.


Coronavírus em SC


Santa Catarina passou nesta terça-feira (5) da marca de 500 mil pessoas infectadas com o coronavírus desde o início da pandemia. Conforme o boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), o Estado soma agora 502,7 mil casos confirmados até agora.


O número é o terceiro maior do Brasil, atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais. Mais de 5,4 mil pessoas já morreram por causa da covid-19 em Santa Catarina.


Por Brenda Bittencourt

whatscamboriu.png