• Camboriú Noticias

Balneário Camboriú recebe, novamente, a certificação Bandeira Azul



Balneário Camboriú terá, novamente, a Bandeira Azul hasteada em duas praias na temporada 2019/2020. No dia 20, após reunião em Copenhagen (Dinamarca), o Júri Internacional do Programa Bandeira Azul concedeu o certificado às praias do Estaleiro e Estaleirinho, reconhecendo os esforços e atividades feitas em prol da conservação e recuperação dos ambientes naturais.


Essa é a segunda vez que as duas praias recebem a certificação. A estreia no programa foi na temporada 2018/2019. O selo internacional é concedido a praias e marinas que atenderam a uma lista de critérios ligados a questões ambientais e qualidade da água.


No início de 2017, Balneário Camboriú habilitou-se pela primeira vez a obter o certificado. As praias foram cadastradas na fase piloto do Bandeira Azul, e começou o trabalho para o cumprimento de todas exigências. Entre as ações para a conquista do certificado, estavam a formação do comitê gestor do programa, contratação de técnico especialista, análises de água, diagnóstico das praias e reuniões periódicas com a comunidade.


Outra frente de trabalho atuou na instalação e recuperação de equipamentos nas praias do Estaleiro e Estaleirinho. Estruturas como passarelas e decks, cerca de proteção da restinga e postos guarda-vidas passaram por reforma. Banheiro e chuveiros (ou lava-pés), novas lixeiras e placas informativas foram instaladas. Para envolver a comunidade e os banhistas, foram feitas ações de educação ambiental nas praias. O trabalho continuou ao longo de 2019, para garantir a qualidade das praias.


"A proposta da certificação internacional Bandeira Azul é atestar que praias urbanas, com grande circulação de pessoas, possuam acessibilidade, qualidade de água e preservação do ambiente natural. Neste sentido, é preciso a cada ano sensibilizar gestores, moradores e usuários sobre a importância de manter as nossas praias limpas e preservadas", diz a secretária do Meio Ambiente, Maria Heloisa Furtado Lenzi.


Todos os 20 inscritos do Brasil (14 praias e seis marinas) foram aprovados pelo Júri Internacional (confira a relação abaixo). Em Santa Catarina, vão hastear a bandeira oito praias e duas marinas. Uma das marinas é a Tedesco, de Balneário Camboriú, que havia recebido o selo também na temporada passada.


As cerimônias de hasteamento da bandeira devem ocorrer entre 1º de novembro e 15 de dezembro.


As praias aprovadas:


Praia do Tombo, Guarujá – SP

Prainha, Rio de Janeiro – RJ

Praia da Ponta de Nossa Senhora do Guadalupe, Salvador – BA

Praia da Lagoa do Peri, Florianópolis – SC

Praia Grande, Governador Celso Ramos – SC

Praia do Peró, Cabo Frio – RJ

Praia do Estaleiro, Balneário Camboriú – SC

Praia do Estaleirinho, Balneário Camboriú – SC

Praia de Piçarras, Balneário Piçarras – SC

Praia de Guarajuba, Camaçari – BA

Praia de Quatro Ilhas, Bombinhas – SC

Praia de Mariscal, Bombinhas – SC

Praia da Malhada, Jijoca de Jericoacoara – CE

Praia da Saudade (Prainha), São Francisco do Sul – SC


As marinas aprovadas:


Marina Costabella, Angra dos Reis – RJ

Marinas Nacionais, Guarujá – SP

Iate Clube de Santa Catarina – Veleiros da Ilha (sede Centro), Florianópolis – SC

Marina Tedesco, Balneário Camboriú – SC

Marina Kauai, Ubatuba – SP

Voga Marina, Ubatuba – SP


Sobre o Programa*


O Programa Bandeira Azul é um selo de caráter socioambiental reconhecido em todo o mundo. Foi criado pela Foundation for Environmental Education (FEE), uma instituição internacional com integrantes representando seus respectivos países. No Brasil, o Operador Nacional do Programa é o Instituto Ambientes em Rede (IAR).


As praias, marinas e embarcações inscritas no programa comprometem-se com o cumprimento de critérios propostos. Para ser certificada, a praia/marina/embarcação deve ser inicialmente aceita pelo Operador Nacional, recomendada pelo Júri Nacional e aprovada pelo Júri Internacional.


O Júri Internacional é composto pela Foundation for Environmental Education (FEE), United Nations Environment (UNE), United Nations World Tourism Organization (UNWTO), World Health Organization (WHO), International Union for Conservation of Nature (IUCN), European Union for Coastal Conservation (EUCC), International Lifesaving Federation (ILS), International Council of Marine Industry Associations (ICOMIA), European Environment Agency (EEA), United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization (UNESCO), World Cetacean Alliance (WCA) e European Network for Accessible Tourism (ENAT). 

*Fonte: www.bandeiraazul.org.br

Receba nossas atualizações

  • Instagram - White Circle
  • Ícone do Facebook Branco

© 2019