Após início da vacinação, cai proporção de idosos mortos por Covid-19 em Santa Catarina

A proporção de idosos acima de 80 anos no total de mortes por covid-19 e internações por semana vem diminuindo gradativamente desde fevereiro em Santa Catarina (veja os detalhes nos gráficos interativos a seguir).

Após três meses de vacinação no Estado, completados no último domingo (18), dados preliminares já sugerem os primeiros efeitos positivos da imunização sobre a pandemia, conforme análise da reportagem da NSC — ainda que os números de mortes, internações e casos ativos permaneçam altos.

Como a vacinação só ganhou ritmo no final de março, especialistas confirmam observar redução de internações e óbitos entre idosos, mas afirmam que ainda é cedo para enxergar com clareza nos dados que a imunização gerou proteção extra contra o coronavírus.


>>Cansada de apanhar, mulher mata marido em Itajaí


Até esta segunda-feira (19), Santa Catarina aplicou 1.276.878 doses de vacina contra o coronavírus, das quais 899.501 correspondem à primeira dose e 377.377, à segunda. São necessárias duas doses e o ideal é esperar mais 30 dias após a segunda aplicação para se considerar uma pessoa imunizada contra o coronavírus. Das pouco mais de 377 mil pessoas que tomaram as duas vacinas, 71% (269.413 pacientes) têm mais de 60 anos.


A reportagem da NSC analisou e cruzou dados públicos de vacinação e de casos de coronavírus, contabilizados até 15 de abril, para identificar se os efeitos da imunização geraram impacto sobre a pandemia no Estado. Alguns indicadores já se mostram promissores. Veja os detalhes a seguir.

Todas as faixas etárias tiveram alta no total de mortes, mas participação de idosos é menor em abril


Em números absolutos, a terceira onda de infecções por coronavírus, ocorrida a partir da metade de fevereiro, abrangeu pacientes de todas as faixas etárias. Com isso, houve aumento em números absolutos de infectados, mortes e internações tanto em crianças e adolescentes, quanto em jovens e idosos.


>Alerta para rajadas de vento e ondas de até 4 metros a partir desta semana em Santa Catarina


No entanto, ao observar a proporção de cada faixa etária no total de novas mortes ou novas internações por semana, os dados sugerem que gradativamente há menos idosos entre esses pacientes, especialmente a partir dos 80 anos.


Mortes por faixa etária


A participação de pessoas acima de 60 anos no total de mortes ocorridas semanalmente em Santa Catarina vem reduzindo. Eles representavam 81,36% das mortes ocorridas na semana entre 17 de janeiro e 23 de janeiro, quando começou a vacinação no Estado, e caiu para 62,84% na semana mais recente, entre 11 e 16 de abril.


A queda tem sido praticamente contínua e é mais visível em pessoas a partir de 80 anos (80-84; 90-94; 95-99; 100 ou +). Esse grupo representava 22,46% das mortes ocorridas em SC entre 17 de janeiro e 23 de janeiro. Na semana de 11 a 16 de abril, tinha diminuído para 7,66%.


Por Cristian Edel Weiss

Por Júlio Ettore (NSC TV)

Por Gisele Willaim (NSC TV)




whatscamboriu.png